Existimos para estudar e proteger o Rio Douro e afluentes

Quem somos

A Rede Douro Vivo resulta de uma parceria multidisciplinar de cientistas, ambientalistas, conservacionistas e especialistas na área jurídica e da participação pública, nacionais e internacionais.

O projeto é liderado pelo GEOTA em parceria com a ANP|WWF Portugal, o CEDOUA-UC (Centro de Estudos de Direito do Ordenamento, do Urbanismo e do Ambiente – Universidade de Coimbra), o CIBIO-UP (Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos – Universidade do Porto), o CITAB-UTAD (Centro de Investigação e Tecnologias Agroambientais e Biológicas – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro), a FCT-UNL (Faculdade de Ciências e Tecnologia – Universidade Nova de Lisboa), a Rede INDUCAR, IUCN-Med (International Union for Conservation of Nature – Centre for Mediterranean Cooperation), a LPN (Liga para a Proteção da Natureza). e a WI-EA (Wetlands International – European Association).

A rede Douro Vivo apresenta como metas:

  • Demonstrar alternativas a novas barragens, num contexto de adaptação às alterações climáticas;
  • Promover a adaptação ou remoção de barreiras obsoletas, assim como a sua definição;
  • Para as que têm uso, estudar medidas de mitigação de impactes como a implementação de caudais ecológicos, implementação e adaptação de passagens para peixes ou a gestão de sedimentos;
  • Conservar rios e/ou trechos de rios ainda em estado livre.
Visão

Os rios são as veias do Planeta, vitais para o equilíbrio entre a manutenção das comunidades, as suas atividades económicas e a conservação da flora e fauna. Reconhecendo essa importância no Douro e seus afluentes, surge a Rede Douro Vivo, um projeto que visa salvaguardá-los.

Esta rede trabalhará com as comunidades na promoção de uma gestão integrada dos recursos hídricos, propondo-se mapear as barragens existentes e identificar nichos de biodiversidade na bacia do Douro em Portugal e Espanha, bem como estudar o desmantelamento de barreiras obsoletas.

Contacte-nos

Viste-nos no Facebook, Instagram e Twitter.

Ou envie um email: geral@dourovivo.pt.

Subscreva também a nossa newsletter.